quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Prêmios Professores do Brasil - MEC

Professoras da Rede Municipal vencem concurso nacional do MEC

"No aconchego dos livros", projeto inovador da Creche Municipal Vitorino Freire, de Vila Valqueire, venceu o Prêmio Professores do Brasil do Ministério da Educação, categoria Educação Infantil.

A professora Eliane Serique inscreveu sua idéia juntamente com a diretora Marta Costa. Elas dividiram o prêmio de RS 5 mil e a creche ganhou um aparelho de datashow. As duas vencedoras foram recebidas nesta terça-feira (15/12) pela secretária municipal de Educação, Claudia Costin, que conversou sobre detalhes do projeto e da premiação. A disputa foi nacional, envolvendo 4 mil trabalhos, e a entrega dos prêmios, pelas mãos do ministro da Educação Fernando Haddad, foi no início deste mês, em Brasília.
- Foi uma grande honra para a rede abrigar um projeto tão interessante, desenvolvido por professores que mobilizam a leitura familiar a partir do ambiente de creche. Esse trabalho é fabuloso e vamos visitar a unidade para conhecer melhor e disseminar essa experiência na rede- comentou a secretária Claudia Costin, anunciando que a Creche Vitorino Freire será transformada em Espaço de Desenvolvimento Infantil (EDI) no próximo ano.
A professora Eliane, com 15 anos de magistério dos quais 12 na Rede Municipal, explicou que o projeto, adotado em sua unidade desde 2007, inverte a idéia básica de que crianças de Educação Infantil, ainda não alfabetizadas, devem começar a se familiarizar com a leitura levando livros para casa, prática muito adotada em grande parte das creches.
- Pelo nosso projeto, os pais são convidados a virem à creche para lerem os livros, juntamente com as crianças. Ou seja: trouxemos as famílias para dentro da escola, como forma de incentivar o convívio com os livros na faixa de dois e três anos- comentou a educadora.
Já a diretora Marta Costa, com 25 anos de experiência, destacou que a idéia foi concebida a partir de um embasamento teórico, mas também se mostrou útil para a solução de um problema: a creche fica ao lado de
um CIEP e muitas mães com filhos também na outra escola pediam para liberar as crianças mais cedo, já que os horários de saída não coincidem. Como isso não é permitido, foi planejada uma atividade que atendesse ao desejo dos pais, proporcionando, ao mesmo tempo, maior entrosamento entre a creche e as famílias.
Hoje, o projeto é sucesso não só porque venceu o concurso do MEC, mas também porque foi "adotado! pela comunidade escolar: conforme o relato das professoras, a participação é de quase 100%, com o comparecimento em massa dos pais para as sessões de leitura com os seus filhos, o que acontece uma vez por semana.
♥♥♥
Colaboração de Eliane Suzel

terça-feira, 24 de novembro de 2009

VII Troca de Experiências Bem Sucedidas em Educação Infantil

Auditório 71 (UERJ)

VII Troca de Experiências Bem Sucedidas
em Educação Infantil
23/11/2009
UERJ
 
Pôsteres e Comunicações
Imagens do auditório 71



Durante as comunicações, contamos com as presenças da Secretária Claudia Costin (foto no auditório 71),
da Subsecretária Helena Bomeny e da Maria de Nazareth Machado de Barros Vasconcellos da Coordenadoria de Educação.

☻☻☻


Na sua fala aos educadores, a Secretária destacou a importância da Educação Infantil na vida da criança através de pesquisas. Comentou sobre o adiamento da data do evento, que ocorreu para que ela pudesse conhecer os trabalhos apresentados.
Esclareceu sobre os Professores II, que continuarão a trabalhar com as crianças da Educação Infantil, e os AAC (Agentes Auxiliares de Creche) que terão um curso de capacitação com duração de 2 anos.
Explicou sobre o EDI, um espaço no qual as crianças da 1.ª infância podem conviver e se desenvolver (4 meses a 5 anos e 11 meses).
Ela gostou muito dos trabalhos apresentados na Troca. Comentou sobre suas visitas às escolas e creches.
Elogiou os profissionais da Rede Municipal, que mesmo trabalhando nas mais variadas condições, têm demonstrado qualidade no seu fazer pedagógico.
Ressaltou duas qualidades percebidas nos professores: "humildade" para aprender e "vontade" que motiva a fazer um trabalho cada vez melhor.

☻☻☻
Colaboração: Eliane Cunha e Ivanise Meyer

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

VII Troca de Experiências Bem Sucedidas em Educação Infantil

VII Troca de Experiências
Bem Sucedidas em Educação Infantil

Local: UERJ
Dia: 23/11 (2.ª feira)
Horário: manhã ou tarde (conforme sua inscrição)
Auditórios: 51, 71, 111 e 113
Recebe a programação de cada um e escolhe na hora.

☺☺☺
Fonte de informação: Twitter (Simone)

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Biblioteca do Professor

Biblioteca do Professor

Pela primeira vez os Agentes Auxiliares de Creches estão recebendo livros para montarem sua biblioteca pessoal. Foram presenteados com a participação na escolha de livros da Biblioteca do Professor, da Secretaria Municipal de Educação da Cidade do Rio de Janeiro.

Segundo palavras da secretária Claudia Costin, os Agentes Auxiliares de Creche estão sendo contemplados nessa ação por interagirem com crianças e poderem induzi-las no fabuloso mundo da leitura.

O intuito da secretária é incrementar a qualidade da Educação, proporcionando aos Educadores, considerados agentes de promoção da leitura e formadores de novos leitores, o incentivo ao prazer da leitura.

“Um livro é uma janela pela qual nos evadimos.”
Julin Green

☻☻☻
Colaboração: Eliane Cunha

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Texto: Repaginando a Educação Infantil

Repaginando a Educação Infantil

“Que eu jamais possa dizer a uma criança que seus sonhos são impossíveis, será uma tragédia para o mundo se eu conseguir convencê-la disso”.(AD)

No passado, acreditava-se que a criança só podia entrar na escola aos cinco anos. Hoje se sabe que, quanto mais cedo isto acontecer, melhor. Os três primeiros anos são os mais importantes para o desenvolvimento cerebral. A educação infantil é extremamente importante para o desenvolvimento integral do ser humano. Os estímulos que uma criança recebe nos primeiros anos de vida definem seu sucesso escolar e seu desenvolvimento. O primeiro papel da escola é levar a criança à plena realização de si mesmo.

Ao aprender construindo aprende-se para a vida. Devemos como educadores possibilitar a elaboração de uma identidade múltipla promovendo o respeito às diferenças, à divergência, em direção ao pluralismo ao escutar e à ajuda recíproca. A escola infantil é um comunitário de aprendizes, quando concebemos que as crianças são “aprendizes da comunidade”, na medida que se propõe uma dupla identidade: a “criança de casa” (com saberes construídos) e a “criança aprendiz” (com saberes que serão construídos). A prática didática deve prever o aprendizado cooperativo, o desenvolvimento metacognitivo, a base dialógica, a legitimação das diferenças, as experiências contextualizadas e os papéis alternados.

A criança como sujeito social histórico, estabelece no seu presente, a identidade de portadora e produtora de cultura. Nesse sentido a infância passa a ser considerada como tempo de “Preparação para…”, sonhar, brincar, sorrir, jogar, desenhar, colorir. Com isso, tudo o que a criança tem direito, faz desse período de sua vida um momento em que ela é a protagonista do seu desenvolvimento como sujeito de sua história.

Nas Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil, estão contemplados os Fundamentos Norteadores, que priorizam os Princípios Éticos da Autonomia, da Responsabilidade, da Solidariedade e do Respeito ao Bem Comum; os Princípios Políticos dos Direitos e Deveres de Cidadania, do exercício da criticidade e do respeito à ordem democrática; os Princípios Estéticos da Sensibilidade, da criatividade, da ludicidade e da diversidade de manifestações artísticas e culturais; assim como as práticas de educação e cuidados, que possibilitam a integração entre os aspectos físicos, emocionais, afetivos, cognitivo/lingüísticos e sociais da criança, entendendo que ela é um ser completo, total e indivisível.

Na Declaração Universal dos direitos da Criança proclamados pela ONU, os anos mais importantes para o desenvolvimento da criança são os seis primeiros. Nesses seis anos se forma a estrutura da personalidade e a base da sua afetividade, em torno da imagem que ela faz de si mesmo. Aos seis anos a criança já passou por várias experiências, como o amor ou a rejeição, o carinho ou a violência, o cuidado ou a indiferença, a certeza ou a dúvida, a alegria ou a ansiedade. Para desenvolver-se de maneira saudável e feliz, é preciso que a maior parte das experiências seja positiva.

Qualquer criança tem o direito de ser criança. Infelizmente, o que temos constatado é que elas estão sendo antecipadas a crescer, coagidas a amadurecer e a adotar responsabilidades, que não condizem com a sua faixa etária.

Desrespeitar o direito de ser criança prejudica o seu desenvolvimento emocional.

“É nessa fase da vida que se inicia a construção do ser autônomo, crítico e criativo, sem o que, um país não poderá jamais alcançar o pressuposto tão almejado qual seja de um povo livre e independente, quer política, econômica, intelectual ou cientificamente”.

Prof. Roberto Nicolau Schorr.

Amélia Hamze
Profª da FEB/CETEC
FISO, ISEB-Barretos

☻☻☻
Colaboração: Eliane Cunha

Inauguração do EDI Jardim do Amanhã


EDI Jardim do Amanhã
Cidade de Deus
☻☻☻
A Prefeitura do Rio inaugura hoje o Espaço de Desenvolvimento Infantil (EDI) Jardim do Amanhã, na Cidade de Deus. Com o novo EDI - modelo de atendimento educacional que integra a creche e a pré-escola em uma mesma unidade -, o Município passa a oferecer mais 75 vagas nesta região, uma das mais carentes da cidade, reduzindo em quase 50% a demanda por vagas na área. No próximo ano, a Secretaria Municipal de Educação pretende inaugurar mais três Espaços de Desenvolvimento Infantil na mesma localidade. A unidade, instalado na Rua das Rosas, está equipado com duas salas de maternal I e II, uma sala de pré-escola, pátio com brinquedos adequados para a faixa etária, sala de administração e refeitório.

Fonte: DO de 12/11/2009

☻☻☻
Colaboração: Eliane Cunha

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Lançamento do livro: Retratos de um Desafio

Mensagem: Ser educador nos dias de hoje


Ser educador nos dias de hoje


Autor: Raquel Martins

Os nossos meninos não são os de antes…
Trocaram os brinquedos de madeira pelos sofisticados
brinquedos de luz e som, que só com o simples toque numa
tecla fazem aparecer o mundo fantástico da eletrônica.

As educadoras não as de antes…
Fotocopiam, ampliam, colam papéis de texturas maravilhosas,
e reconstroem pegadas de animais pré-históricos só com o
simples ato de misturar água e gesso…

Mas há coisas que não mudam, que o tempo e os anos
respeitam…
O olhar de uma criança de mão dada com o/a
seu/sua educador(a) e o contato silencioso, caloroso,
são sinais entranhados de um código único,
de um sentimento profundo de amizade.

Uma criança e o/a seu/sua educador(a)…são capazes de tudo.
Podem passar horas juntos escutando cantigas, resolvendo
problemas com carícias e pauzinhos ou simplesmente brincar
com a imaginação.
Podem fazer as maiores invenções e tentar
salvar o mundo plantando uma árvore.

Não são as crianças de antes…
As educadoras e os educadores não são os de antes…
O mundo não é o de antes...

Mas há coisas que não mudam, a capacidade de
deslumbramento, a força da natureza, o olhar de uma
criança e o carinho de um(a) educador(a)
que se entrega sem condições, dia-a-dia,
que sonham e trabalham juntos por um mundo
melhor, com um código único, eterno, poderoso,
indestrutível: o de uma profunda amizade.

☻☻☻
Colaboração: Eliane Cunha

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Tutores do Proinfantil


PROVA DE TUTORES PROINFANTIL
2ª chamada 14/11 – Próximo sábado
De 9h às 12h Campus da UFRJ – Praia Vermelha

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Aviso aos visitantes

Olá!
Gostaríamos de lembrar que
qualquer publicação no blog
(postagem e comentário)
precisa ser assinada pelo colaborador.
Comentários "anônimos" (sem identificação de autoria)
não serão postados.

Agradecemos a compreensão.

Inaugurado EDI em Bangu

EDI
Espaço de Desenvolvimento Infantil
☻☻☻
O Rio ganha nesta quarta-feira (dia 4) mais um Espaço de Desenvolvimento Infantil (EDI), novo modelo de atendimento educacional da Rede Municipal que integra a creche e a pré-escola em uma mesma unidade. O prefeito Eduardo Paes e a secretária municipal de Educação, Claudia Costin, inauguram, às 10 horas, o EDI Professor Reinaldo José de Araújo Barbosa, na Rua Roque Barbosa, s/nº, em Bangu. Na ocasião, o prefeito e a secretária anunciarão o plano de obras para os novos EDIs até fevereiro do próximo ano.

O EDI Professor Reinaldo José de Araújo Barbosa é o segundo criado na cidade. O local da construção tinha sido destinado, na gestão passada, a uma escola de ensino fundamental, mas a comunidade solicitou a mudança de segmento, tendo em vista a grande demanda na faixa etária da Educação Infantil.

De acordo com o conceito de EDI, esta unidade atenderá crianças de 3 meses a 5 anos e cinco meses (creche e pré-escola). Terá uma biblioteca específica para a primeira infância, 13 salas, sendo quatro para o maternal e nove para a pré-escola, além de uma sala de primeiros atendimentos, um auditório, uma sala de artes, um laboratório de informática, refeitório, cozinha e dependências administrativas.

O EDI Professor Reinaldo José tem capacidade para 325 vagas. Com esta nova unidade, a Rede Municipal passa contar com 2 EDIs, 255 creches públicas e 722 unidades com pré-escola. Especificamente na área da 8ª Coordenadoria Regional de Educação, onde se localiza a nova unidade, há 22 creches e 103 unidades com pré-escola e um EDI já em funcionamento.

☻☻☻
Colaboração: Eliane Cunha

sábado, 24 de outubro de 2009

VII Encontro de Troca de Experiências Bem Sucedidas em Educação Infantil


VII Encontro de
Troca de Experiências Bem Sucedidas
em Educação Infantil
Público-Alvo:
- coordenadores pedagógicos de todas as escolas com segmento de EI
- diretores das escolas com EI
- diretor-adjunto das escolas com EI
- professores regentes de EI
- professores com dupla regência (EI)
- diretor de creche
- professores articuladores de creche
- professor de Ed. Física que atua em EI
- elemento da GED/CRE
- agentes auxiliares de creche
☻☻☻
Incrições Online:
☻☻☻
Colaboração: Eliane Cunha

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

PRÓ-SABER: Vestibular 2010

PRÓ-SABER: VESTIBULAR 2010
Curso Normal Superior com Habilitação em Magistério da Educação Infantil

Informações Gerais:
O Instituto Superior de Educação Pró-Saber está oferecendo 30 vagas para ingresso, por processo seletivo, no Curso Normal Superior, habilitação em Magistério da Educação Infantil.
As aulas terão início em março de 2010, serão oferecidas no horário noturno (a partir das 19 horas) e, pelo menos duas vezes por mês, as atividades acadêmicas serão realizadas aos sábados.
Inscrições:
As inscrições, franqueadas, a candidatos residentes no município do Rio de Janeiro, que trabalhem em creches públicas e/ou comunitárias ou em instituições filantrópicas de educação infantil do município do Rio de Janeiro.

Data: de 05 a 30 de outubro de 2009

Horário: das 10:00 às 12:00 horas e das 15 às 18:30 h

Local: Largo dos Leões, 70, Humaitá, na Secretaria.

Documentação:
No ato da inscrição o candidato deverá:
a) Preencher o formulário de inscrição (fornecido pelo Pró-Saber)
b) Original e cópia (legível) de documento oficial de identidade (a cópia será anexada à inscrição)
c) Cópia (legível) do Histórico Escolar do Ensino Médio
d) Cópia do Certificado de Conclusão do Ensino Médio ou declaração que esteja cursando o último período deste nível de ensino;
Obs: se o curso foi concluído no estrangeiro, apresentar o Histórico Escolar original acompanhado da sua tradução com fé pública e da sua revalidação expedida pelo Conselho Estadual de Educação;
e) Cópia de Documento que comprove o vínculo com uma chreche pública comunitária, ou com um instituição escolar localizada em comunidade popular.

Processo Seletivo:
Será realizado em três (03) etapas: prova escrita, entrevista e memorial.
Prova: a prova abordará um tema sócio-educacional e terá como objetivo conhecer a capacidade do(a) candidato(a) organizar, relacionar e expor suas idéias com clareza. Serão classificados para a segunda etapa, somente os quarenta (40) primeiros colocados.
Memorial: os candidatos selecionados para a segunda fase deverão apresentar, no dia da entrevista um memorial de vida de educando. Ou seja, um pequeno texto em que apresente sua vida, sua história de educando.
Entrevista: última etapa do processo seletivo, tem por base informações contidas no histórico escolar e no memorial de vida

O Manual do Candidato, com todas as informações sobre o processo seletivo, estará disponível na sede do Pró-Saber a partir do dia 5 de outubro próximo.
☻☻☻
Colaboração de Eliane Cunha

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Dia dos Professores - Homenagem

Professor!
Aquele ser especial
Que se emociona quando o aluno cresce
Que sorri quando escutam sua lição
Que aprende tanto quanto ensina
Cuja sabedoria está em saber ouvir
Em saber calar
Que ensina muito mais do que
Escrever e contar
Ensina lições da vida
Lições do que é amar
A lição de ser um verdadeiro homem
Um verdadeiro cidadão
E quando todos vão embora diante da luta
Ele está à frente da batalha
E não desiste nunca
Sabe que em suas mãos
Está a solução do país
Somente pela educação
Um povo pode ser feliz
(Sirlei L. Passolongo)

♥♥♥

Homenagem do blog Educação Infantil no Rio a todos os educadores no seu dia
15/10/2009.

EDI inaugurado em Bangu

Prefeitura inaugura em Bangu novo modelo de Educação Infantil
O prefeito Eduardo Paes e a secretária municipal de Educação, Cláudia Costin, inauguram nesta quinta-feira (dia 15), às 9h30, em Bangu, o primeiro Espaço de Desenvolvimento Infantil (EDI) do município. O EDI Tânia Maria Larrubia Gomes traz um novo modelo de educação infantil, integrando a creche e a pré-escola em uma mesma unidade. Depois da inauguração, o prefeito e a secretária entregam a Medalha Carioca de Educação a três personalidades da área e também livros para os professores da rede municipal.


Na nova unidade, serão atendidas 150 crianças de 4 meses a 4 anos e meio de idade, que serão estimuladas a desenvolver, desde de pequenas, a aprendizagem através da convivência com os livros, entre outras atividades. Cada EDI terá uma biblioteca/brinquedoteca especializada na primeira infância. Além disso, as unidades terão uma Sala de Primeiros Atendimentos, com um agente de saúde presente, que verificará a carteira de vacinação e dará orientações de higiene as crianças e também aos responsáveis, entre outras atribuições.

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Dia Nacional da Leitura

Dia Nacional da Leitura
12 de outubro
☻☻☻
Quem não se lembra de em pequenino gostar que lhe lessem histórias horas sem fim, sem nunca dar sinal de cansaço ou de aborrecimento…transportavam-nos a um imaginário sem fim, onde tudo acabava em bem.
Quase sempre recordamos um avô ou alguém familiar que nos contava mil e uma peripécias antes de irmos dormir, de preferência à frente duma fogueira acolhedora e quentinha. Estes eram os serões de antigamente de quem vivia no campo. Mas também na cidade se vivia o espírito de contar histórias antes de ir dormir, talvez aconchegados no quentinho dos lençóis as crianças sonhavam com as suas histórias preferidas.
Nos nossos dias o não ter tempo para nada, apoderou-se da hora de contar histórias e essa prática foi perdendo-se por entre caminhos pouco claros. Hoje em dia poucas crianças têm o privilégio de ouvir histórias em casa, contadas pelos pais ou familiares próximos.
Esquecemos muitas vezes que através das histórias a criança forma o gosto pela leitura, enriquece o seu vocabulário, amplia o mundo de ideias e conhecimentos desenvolvendo a linguagem e o pensamento.
As histórias estimulam a atenção, a memória, cultivam a sensibilidade e isso significa educar o espírito, ajudam por vezes a resolver conflitos emocionais e tão importantes, estimulam o imaginário da criança.
Como recurso pedagógico a história abre espaço para a alegria e o prazer de ler, compreender, interpretar a si próprio e à realidade, por isso, vamos começar a ler mais histórias às nossas crianças.
Boas leituras!
Mônica Semedo, Educadora de Infância


☻☻☻

Contribuição de Eliane Cunha

Curso de Música




Curso - Música na Educação Infantil


CONSERVATÓRIO BRASILEIRO DE MÚSICA - Centro Universitário
Centro de Estudos Liddy Mignone
Música na Educação Infantil
Professor Anderson Carvalho
Público Alvo: coordenadoras e orientadoras pedagógicas, professoras, berçaristas, crecheiras e todos os interessados em musicalização para bebês (0 à 3 anos).
· Vivências e experiências sobre a linguagem musical inserida no cotidiano da educação infantil: brinquedos cantados, jogos musicais e repertório.
· Iniciação a flauta doce e percussão
· Bibliografia, vídeos, brinquedos e discografia sobre o tema.
Encontros as segundas-feiras: Início 05 de outubro de 2009.
Horário: 18h00 às 20h00
Duração: 2 meses
Preço: R$ 100,00 por mês.
Pagamento antecipado para a garantia da vaga
Local: Conservatório Brasileiro de Música - Centro Universitário
Av. Graça Aranha, 57 / 12º andar. Centro. Rio de Janeiro
Informações:
Adriana Rodrigues: (21) 9804-3838
centrodeestudosliddymignone@gmail.com
Departamento Cultural (falar com Ana Paula ou Clara Leitão)
Fone: 3478-7600 / 3478-7610
E-mail:
cultural@cbm-musica.org.br
Coordenação: Adriana Rodrigues Didier
Realização: Departamento Cultural CBM

☻☻☻

Contribuição de Eliane Cunha

domingo, 4 de outubro de 2009

Formação dos Agentes Auxiliares de Creche

Formação dos Agentes Auxiliares de Creche
☻☻☻
A PCRJ, UERJ e Pró-Saber investem na formação dos profissionais das creches.
Estamos realizando cursos, oficinas e jornadas.
Estes conhecimentos vão permitir um melhor atendimento
à Educação Infantil – modalidade Creche.
Eventos que participamos:

Prof.ª Ana Rosa ensinando sobre cantinhos.

Palestra com dentista do PSF


Oficina de psicomotricidade UERJ



Oficina de música com o Anderson na Odetinha




Encontro dos Educadores de EI



Curso de Capacitação Polo Tijuca



Curso de Capacitação dos AAC Polo Tijuca



Curso de Capacitação dos AAC Polo de Rocha Miranda



Madalena Freire pontuando o tema da Jornada de Educação


Oficina da Vera Vasconcellos na Odetinha

Oficina Vínculo da Creche com a Família


Oficina de leitura UERJ

Palestra sobre Diversidade na 3ª CRE


Palestra com o Prof.º Aristeo sobre EI na UERJ


Seminário de Educação Infantil na UERJ - Julho/2009
☻☻☻
Colaboração de Eliane Cunha

sábado, 3 de outubro de 2009

Poema: O direito das crianças


O Direito das Crianças
Ruth Rocha
☻☻☻
Toda criança no mundo
Deve ser bem protegida
Contra os rigores do tempo
Contra os rigores da vida.
Criança tem que ter nome
Criança tem que ter lar
Ter saúde e não ter fome
Ter segurança e estudar.
Não é questão de querer
Nem questão de concordar
Os diretos das crianças
Todos tem de respeitar.
Tem direito à atenção
Direito de não ter medos
Direito a livros e a pão
Direito de ter brinquedos.
Mas criança também tem
O direito de sorrir.
Correr na beira do mar,
Ter lápis de colorir...
Ver uma estrela cadente,
Filme que tenha robô,
Ganhar um lindo presente,
Ouvir histórias do avô.
Descer do escorregador,
Fazer bolha de sabão,
Sorvete, se faz calor,
Brincar de adivinhação.
Morango com chantilly,
Ver mágico de cartola,
O canto do bem-te-vi,
Bola, bola, bola, bola!
Lamber fundo da panela
Ser tratada com afeição
Ser alegre e tagarela
Poder também dizer não!
Carrinho, jogos, bonecas,
Montar um jogo de armar,
Amarelinha, petecas,
E uma corda de pular.
Um passeio de canoa,
Pão lambuzado de mel,
Ficar um pouquinho à toa...
Contar estrelas no céu...
Ficar lendo revistinha,
Um amigo inteligente,
Pipa na ponta da linha,
Um bom dum cachorro-quente.
Festejar o aniversário,
Com bala, bolo e balão!
Brincar com muitos amigos,
Dar pulos no colchão.
Livros com muita figura,
Fazer viagem de trem,
Um pouquinho de aventura...
Alguém para querer bem...
Festinha de São João,
Com fogueira e com bombinha,
Pé-de-moleque e rojão,
Com quadrilha e bandeirinha.
Andar debaixo da chuva,
Ouvir música e dançar.
Ver carreiro de saúva,
Sentir o cheiro do mar.
Pisar descalça no barro,
Comer frutas no pomar,
Ver casa de joão-de-barro,
Noite de muito luar.
Ter tempo pra fazer nada,
Ter quem penteie os cabelos,
Ficar um tempo calada...
Falar pelos cotovelos.
E quando a noite chegar,
Um bom banho, bem quentinho,
Sensação de bem-estar...
De preferência um colinho.
Embora eu não seja rei,
Decreto, neste país,
Que toda, toda criança
Tem direito de ser feliz!
E quando a noite chegar,
Um bom banho, bem quentinho,
Sensação de bem-estar...
De preferência um colinho.
Uma caminha macia,
Uma canção de ninar,
Uma história bem bonita,
Então, dormir e sonhar...
Embora eu não seja rei,
Decreto, neste país,
Que toda, toda criança
Tem direito a ser feliz!
☻☻☻

Contribuição de Eliane Cunha

domingo, 20 de setembro de 2009

PIC - Primeira Infância Completa

PIC
Primeira Infância Completa
♥♥♥
A partir de 19/09, oito creches da Prefeitura do Rio de Janeiro abrirão aos sábados. Estas creches participarão do programa Primeira Infância Completa (PIC). O programa tem como objetivo atender aos sábados crianças (de 3 meses até 3 anos e 11 meses) que ainda não estão matriculadas nas creches.
Iniciará como um projeto piloto em 10 creches, uma por Coordenadoria Regional de Educação (CRE). Os pais ficarão com o dia livre e quando forem buscar as crianças receberão, durante uma hora, orientações sobre saúde e educação.
Creches do programa Primeira Infância Completa (PIC):

2ª CRE: Creche Municipal Aracy Guimarães Rosa, Catete – 38 crianças inscritas
3ª CRE: Creche Municipal Comunidade do Jacarezinho, Jacarezinho – 33 crianças inscritas
4ª CRE: Creche Municipal Carlos Drummond de Andrade, Penha – 112 crianças inscritas
6ª CRE: Creche Municipal Herbert de Souza, Coelho Neto – 65 crianças inscritas
7ª CRE: Creche Municipal Maria da Conceição Silveira de Carvalho, Curicica – 61 crianças inscritas
8ª CRE: Creche Municipal José Felix, Fazenda Coqueiro I - 22 crianças inscritas
9ª CRE - Creche Municipal Padre Valter da Costa Santos, Campo Grande - 112 crianças inscritas
10ª CRE - Creche Municipal Sempre Vida Terra da Paz, Paciência - 40 crianças inscritas
Material fornecido por Eliane Cunha.

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Dia de Vacinação


Sábado (19/9) tem vacinação contra a pólio.
Todas as crianças menores de cinco anos devem tomar a vacina. Mesmo quem não tomou a primeira dose. É importante que o responsável leve a carteira de vacinação.

Poema: Só a brincar

Só a brincar
Quando estiver montando blocos
Construindo casas, prédios, cidades
Não digam que estou só brincando
Porque brincando, estou aprendendo
Aprendendo sobre o equilíbrio e as formas
Um dia, posso ser engenheiro ou arquiteto.
Quando me virem fantasiando
Fazendo comidinha, cuidando das bonecas
Não pensem que estou só brincando
Porque brincando, estou aprendendo
Aprendendo a cuidar de mim e dos outros
Um dia, posso ser mãe ou pai.
Quando estiver coberto de tinta
Ou pintando, ou esculpindo e moldando barro
Não digam que estou só brincando
Porque brincando, estou aprendendo
Aprendendo a expressar-me e a criar
Um dia, posso ser artista ou inventor.
Quando estiver sentado
Lendo para uma plateia imaginária
Não riam e achem que estou só brincando
Porque brincando, estou aprendendo
Aprendendo a comunicar e a interpretar
Um dia, posso ser professor ou ator.
Quando estiver à procura de insetos no mato
Ou enchendo os meus bolsos com bugigangas
Não achem que estou só brincando
Porque brincando, estou aprendendo
Aprendendo a prestar atenção e a explorar
Um dia, posso ser cientista.
Quando estiver mergulhado num puzzle
Ou num jogo da escola
Não pensem que perco tempo brincando
Porque brincando, estou aprendendo
Aprendendo resolver problemas e concentração
Um dia posso ser empresário.
Quando estiver cozinhando, provando comida
Não achem, porque estou gostando, que estou só brincando
Porque brincando, estou aprendendo
Aprendendo seguir instruções e descobrir as diferenças
Um dia, posso ser chefe.
Quando estiver pulando, saltando,correndo e movimentando-me
Não digam que estou só brincando
Porque brincando, estou aprendendo
Aprendendo como funciona o meu corpo
Um dia posso ser médico, enfermeiro ou atleta.
Quando me perguntarem o que fiz hoje na escola
E eu disser que brinquei
Não me entendam mal
Porque brincando, estou aprendendo
Aprendendo a trabalhar com prazer e eficiência
Estou preparando-me para o futuro
Hoje, sou criança e o meu trabalho é brincar.
(Poema de origem desconhecida)
▼▼▼
Postagem de Eliane Cunha

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

ProInfantil - Informações


O ProInfantil começará 04/01/2010 (notícia dada pela Maria Eduarda Falcão no twitter em 17/9/2009).
Aguardem novidades.

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Notícias da Educação Infantil

Notícias
▼▼▼▼▼
Rio terá 50 novas creches
A educação infantil no Rio ganhou uma boa notícia: O prefeito
Eduardo Paes e a secretária de Educação, Claudia Costin, anunciaram
a liberação de recursos federais para a construção de 50 novas
creches públicas na Zona Oeste, uma das áreas mais carentes da
cidade. O anúncio foi feito durante a solenidade de inauguração do
novo prédio da Escola Municipal Jornalista Sandro Moreyra, em
Bangu, na região.
- O governo federal se dispôs a nos repassar algo em torno de mais
de R$ 50 milhões, verba necessária para a construção de 50 creches
na Zona Oeste. Nós vamos dar os terrenos para que sejam feitas as
construções, que já serão no novo modelo de Espaço de
Desenvolvimento Infantil (EDI), para crianças de 3 meses a 5 anos e
meio. Vamos equipar essas escolas e colocar educadores lá dentro -
revelou a secretária Claudia Costin. - O governo federal também vai
nos ajudar a capacitar os agentes auxiliares de creche para que
eles possam se transformar em educadores infantis - acrescentou.
Ainda de acordo com a secretária, cada nova creche deverá abrigar
até 140 crianças, o que, na totalidade, cobrirá uma parte
importante da demanda nesta faixa etária. Atualmente, cerca de 30
mil crianças são atendidas em 254 creches municipais. Agora, a
Prefeitura fará pesquisa para identificar os terrenos disponíveis
para as construções.
A liberação dos recursos foi acertada em reunião entre o prefeito
Eduardo Paes, a secretária Claudia Costin e o ministro da Educação,
Fernando Haddad, nesta quarta-feira (dia 26), em Brasília.
- A construção de 50 novas creches aqui na Zona Oeste é um
compromisso que a gente assumiu com a população de melhorar muito a
educação infantil - disse o prefeito.
▼▼▼
SME lança o Programa Primeira Infância Completa
O prefeito Eduardo Paes, e a secretária Municipal de Educação,
Claudia Costin, lançaram, nesta sexta-feira (dia 4), na Creche
Maria da Conceição, em Curicica, o programa Primeira Infância
Completa (PIC). Com o objetivo de atender aos sábados crianças (de
3 meses até 3 anos e 11 meses) que ainda não estão matriculadas nas
creches, o programa é realizado pela Secretaria Municipal de
Educação em parceria com as Secretarias Municipais de Saúde e
Defesa Civil e Assistência Social.
- Com esse novo projeto, as mães ganham um tempo para investir na
sua educação ou complementar a renda doméstica. Além disso, os pais
dos alunos também receberão orientações sobre como cuidar da saúde
e do desenvolvimento das crianças. Assim, essas crianças terão
condições de crescer mais saudáveis e estarão aptas para aprender -
declarou a secretária, Claudia Costin.
O programa terá início como um projeto piloto em 10 creches, uma
por Coordenadoria Regional de Educação (CRE). A partir do dia 19 de
setembro as crianças que estão na lista de espera por uma vaga nas
creches serão atendidas aos sábados, das 9h às 17h. Os pais ficarão
com o dia livre e quando forem buscar as crianças receberão,
durante uma hora, orientações sobre saúde e educação. Durante o
dia, agentes auxiliares de creche e profissionais da área de saúde
farão o atendimento das crianças.
- Além disso, o programa prevê uma visita mensal às casas dessas
famílias por gentes de saúde e de assistência social para oferecer
informações complementares e necessárias para o desenvolvimento das
crianças - explicou Claudia Costin.
De acordo com o prefeito do Rio, Eduardo Paes, o objetivo dessa
gestão é dobrar o número de vagas nas creches do Rio. Segundo o
prefeito, esse programa também contribuirá para o salto de
qualidade da educação carioca.
- Apostar no futuro das crianças é apostar no futuro de nossa
cidade. Não podemos mais ver as mães tendo que ir trabalhar e
deixando seus filhos mais velhos, de 8, 9 anos, tomando conta dos
menores - afirmou Eduardo Paes.
Creches do programa Primeira Infância Completa (PIC)
1ª CRE: Creche Municipal Estácio de Sá, Estácio - 137 vagas que
serão oferecidas
2ª CRE: Creche Municipal Aracy Guimarães Rosa, Catete - 159 vagas
que serão oferecidas
3ª CRE: Creche Municipal Comunidade do Jacarezinho, Jacarezinho -
150 vagas que serão oferecidas
4ª CRE: Creche Municipal Carlos Drummond de Andrade, Penha - 152
vagas que serão oferecidas
5ª CRE: Creche Municipal São Miguel Arcanjo, Madureira - 144 vagas
que serão oferecidas
6ª CRE: Creche Municipal Herbert de Souza, Coelho Neto - 190 vagas
que serão oferecidas
7ª CRE: Creche Municipal Maria da Conceição Silveira de Carvalho,
Curicica - 90 vagas que serão oferecidas
8ª CRE: Creche Municipal José Felix, Fazenda Coqueiro I - 150 vagas
que serão oferecidas
9ª CRE: Creche Municipal Padre Valter da Costa Santos, Comunidade
Santa Maria - 209 vagas que serão oferecidas
10ª CRE: Creche Municipal Sempre Vida Terra da Paz, Paciência - 100
vagas que serão oferecidas
▼▼▼